Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




vai haver casório #2

por M.J., em 27.07.15

fiquei desanimada como o caralho quando comecei a perceber o que implica fazer o raio de um casamento.

durante uma semana inteira nem a ideia de eu ter um vestido de noiva com que me pudesse mover, de trás para a frente, em voltinhas espampanantes fez diminuir o meu desanimo. tanto mais que uma amiga que já vestiu uma coisa dessas disse que, a não ser que tires fotografias lindas e decentes, naquela pirosada do fotografo te obrigar a rir e a estender os braços ao ainda noivo ou depois marido, nem tens tempo para te mirar ao espelho decentemente e avaliar como ficas linda e uma espécie de deusa de vestido.

foda-se. como se não bastasse, só mesmo para aprimorar a coisa, andei a ver fotos na net e muita mulher não fica nada bonita parecendo antes que se enrolou em lençóis de um branco baço com folhos ou cortinas rendadas que assentam mal.

muito triste mesmo.

depois a coisa piorou quando percebi que era eu que tinha de encontrar a puta da quinta, as filhas da mãe das lembranças, os convites de cetim e fazer listas de convidados arriscando-me a aparecer sozinha com o noivo e os padrinhos, no dia, com toda a gente a arranjar desculpas de que não podia por qualquer coisa, desde férias a diarreias incontroláveis. foi extremamente desolador e acabei por achar que mais valia convidar um pessoal mais chegado e irmos todos fazer um piquenique no alfusqueiro (para quem não sabe ide pesquisar) de havaina no pé, depois de um fulano da conservatória anunciar que as nossas contas são, a partir daquele dia, em conjunto.

um bom cenário.

enfim, seja como for, vou casar. temos o raio da quinta em vista (cum caralho, que é tudo mais caro que ir de férias para um lado decente) e a data mais ou menos marcada. já pensamos nos padrinhos (post para outro dia) e fizemos uma lista de convidados onde a voz aguda da mamã me lembrava de pessoas que eu esquecera e a minha voz aguda lembrava o rapaz de pessoas que ele fizera por esquecer.

é assim.

agora o que me anda a dar verdadeira comichão, juro que anda, a pontos de querer instituir uma autentica revolução é a ideia, proclamada por meio mundo, de que temos de ter um... tema. como tema? o casamento não é ele o próprio tema? não, disseram-me. tens de casar com a ideia nalguma coisa para que a decoração seja desse modo e tudo se harmonize num dia lindo e perfeito.

oh puta que pariu! pensei, naquele dia cada vez mais chateada. portanto, já não basta o que basta e tenho de pensar num tema? fui pesquisar à net (parece que o mundo da internet foi invadido por casamentos, dass) e encontrei coisas lindas como os temas de casamento que a maioria das pessoas escolhe. (os que seguem abaixo foram mesmo aconselhados por pessoas que escrevem a sério sobre o assunto).

então vejamos:

* amor.

portanto, a ver se uma mulher se entende: há gente que escolhe como tema de casamento o amor. é isso? mas, isso significa, se estou a analisar bem, isso significa que alguém sente necessidade de escolher o amor como tema de um contrato que, supostamente, assenta onde, espera, espera, onde... no amor?

mas para quê virgem santíssima? é a mesma coisa que fazer uma festa de aniversário e dizer que o tema é o nascimento da pessoa há cinquenta anos atrás. não, havia de ser o quê? a morte dele há dois meses, queres ver? ide-vos curar, sim?

se bem que, analisando bem a coisa, num casamento por conveniência talvez seja bom relembrar o tema, pronto.

casa3.jpg

 

(esta podia ser a imagem espalhada a lembrar as delicias do amor) 

 

* natureza. diz que muita gente escolhe o tema da natureza e que usam elementos como o mar, o rústico, o tosco, o céu e as flores.

oh com mil fodasses! mas tão a brincar com a paciência das pessoas, só pode. se quereis um casamento de mar faça-se o raio do casamento na praia, merda.

ou o tosco? o quê, tosco? olha porque não levar os convivas para um palheiro abandonado onde se deu a primeira queca? está relacionado!

e o céu e as flores? ah não! é que ninguém se casa tendo um céu em cima dele ou com flores espalhadas no altar. sinceramente, pela combinação do padre inácio!

carros-casamentos-2.jpg

 

(olha que bela maneira de respeitar o tema rústico) 

 

*passatempos e actividades de ócio: filmes, música, fotografia, magia, informática.

sim senhores.

é que havia de ser mesmo lindo, já estou a ver o nosso: púnhamos uma ps4 lá no meio, com sofás confortáveis, uma série de livros e o tlc em todas as televisões. o pessoal despia os trapinhos de gala, vá de pôr os pezinhos em chinelinhos frufru e grossos roupões de felpo e assentava o cu a ler, a jogar e a ver as miúdas serem maquilhadas para fazer figuras lindas em toddlers and tiaras. melhor que este tema, não encontro!

 

* um estilo particular: gótico, barroco, zen.

claro! como é que não pensei nisso? pego no pessoal da serra, junto-os a todos num mini autocarro e pinto-lhes o cabelo de preto, com riscas vermelhas a meio e brutos piercings no meio do nariz. e em vez de ir à igreja saco de um ritual satânico.

ou não, espera! dispo o pessoal todo e proclamo o amor livre em cima do altar com toda a gente a fazer grinaldas de flores no cabelo, as mamas a abanar enquanto canta o "põe a mão na mão do teu senhor."

não era bonito? eu acho!

 

*países e viagens: um país onde os dois tenham ido e tenham gostado!

pois claro! pomos toda a gente a falar espanhol e obrigamos o tio xenófobo a dizer que nuestros hermanos são do melhor. ou então em vez do leitão à bairrada obrigamos o pessoal a sentar-se em bancos altos a comer tapas. ou espera, espera, porque não pôr toda a gente a tocar castanholas e fazer uma pega de touros, de um criado especialmente nos velhos currais dos avós para o efeito?

melhor ainda: convidamos a margarida rebelo pinto para ler o lindo texto sobre o casillas. ah, a emoção!

como-acabar-com-um-casamento.jpg

 (olha, por exemplo, quem se casar em áfrica).

 

* um momento histórico: os anos vinte, a grécia antiga, a idade média.

a i.d.a.d.e.m.é.d.i.a?!!!! a sério? mas houve alguém que pensou em casar-se tendo como tema a idade média? e quê?! obrigou os convidados a comer com as mãos? serviu nacos de carne sem tempero, acabados de cortar do bicho que todos foram caçar depois da boda? ou infestou os convivas com pulgas de estimação e fingiram todos morrer de peste negra? oh pessoas, a sério, tenham dó de mim, santa paciência. 

 

enfim, para concluir, esta pessoa não vai ter caralho de tema nenhum. e é menos uma merda que eu teria de pensar se não tivesse jurado que ia escrever sobre isso para vosso divertimento.

o que eu faço, meus senhores, o que eu faço. 

 

 

próximo post:

* a saga da lista de convidados;

* a saga da escolha dos padrinhos;

* como conheci o noivo e o coagi a casar.

é só votar meus senhores!

Autoria e outros dados (tags, etc)

oh vai ver ali:

publicado às 10:02


51 comentários

Imagem de perfil

De Pandora a 27.07.2015 às 10:12

Vais casar por igreja ou só por civil? Por igreja entendo a cena do casamento mais "tradicional". Mas pelo civil, oh mulher, tu casas num piquenique com toda a gente de havaianas, se é assim que queres. O casamento é teu/vosso. É o vosso dia. Que seja um reflexo do que vocês são e gostam, e não um monte de clichés só porque sim, porque tem de ser, porque toda a gente o faz.
Imagem de perfil

De M.J. a 27.07.2015 às 13:58

é na igreja, com todo o cliché e hipocrisia natural e inerente.
mas sem grande pirosada. isso é que não.
e se tu soubesses o que tenho visto... ah se soubesses :P
Imagem de perfil

De Pandora a 27.07.2015 às 14:13

Acredito. Já ajudei amigas a organizar casamentos. Uns gostei, outros nem tanto. Mas o importante é que seja o dia dos noivos. E se gostam de surf e querem casar na praia em cima de pranchas, que seja.
Ok, a igreja exige uma coisa mais tradicional, mas a festa? A festa é vossa.
Imagem de perfil

De M.J. a 27.07.2015 às 14:45

não há mal nenhum. eu ia a um desses com muita alegria. :)
mas há clichés que quero manter e uma pirosada que eu exijo: o caralho do fogo na hora de cortar o bolo. tudo porque adoro fogo de artificio.
Imagem de perfil

De Pandora a 27.07.2015 às 14:51


Não é pirosada, se é algo que gostas. E há fogo de artifício tão giro.
Imagem de perfil

De M.J. a 27.07.2015 às 22:01

pois há :)
Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 27.07.2015 às 10:14

Espero que só te cases para o ano. Isto tende a ficar mais divertido.
Vou arranjar medicação para o maxilar para os posts: fui experimentar o penteado; uma pequena fortuna pela maquilhagem temática; o vestido de noiva deu-me cabo da vertebra (a unica que estava boa depois de escolher os sapatos e ensaiar o Cha cha cha para abertura de pista); Banda, DJ ou VJ como animar ursos?
Imagem de perfil

De M.J. a 27.07.2015 às 13:58

sim, é só para o ano, há muita matéria para dissecar.
:)
Imagem de perfil

De (des)Esperança a 27.07.2015 às 10:24

depois de ler isto, o tema do teu casório só podia ser um.. o HUMOR!
Imagem de perfil

De M.J. a 27.07.2015 às 13:57

não vai ter tema mas seria original. :)
Sem imagem de perfil

De diana a 27.07.2015 às 15:25

e despedida de solteira??
tem que ter isso...e piços na cabeça e assim..ahahahah...pagava pa ver

quanto a tema...acho que podias pôr em cada mesa um código civil...um código penal...do trabalho...processo civil...tributário....etc etc etc
Imagem de perfil

De M.J. a 27.07.2015 às 22:01

credo, esquece lá o direito.
(mas literatura nem era mau de mais).

vai haver despedida, claro. mas sem piços.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 27.07.2015 às 15:57

ah os dramas dum casamento... cruzes, sei bem o que isso é. Já passei por dois ahahahahahhahahahahah
Imagem de perfil

De M.J. a 27.07.2015 às 22:01

também tiveram tema?
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 27.07.2015 às 22:46

Em nenhum dos dois 😎
Imagem de perfil

De M.J. a 28.07.2015 às 15:16

pirosa!
Imagem de perfil

De Maria Alfacinha a 27.07.2015 às 17:29

Se eu te disser que me casei de saia-casaco preto, que comprei a pensar "assim como assim, também serve para funerais", já não queres a minha ajuda, pois não?
Imagem de perfil

De M.J. a 27.07.2015 às 22:02

saia-casaco preto?
credo.

a única coisa porque vale a pena casar é porque se veste um magnifico vestido.
Imagem de perfil

De Maria Alfacinha a 27.07.2015 às 22:05

Fui contrariada, só para fazer dele um homem honesto
Imagem de perfil

De Maria Alfacinha a 28.07.2015 às 15:18

Fazer, fiz. E fiz-lhe a vontade e até sorri o tempo todo.
Mas algo me diz que ele estava convencido que "ser honesto" era outra coisa qualquer
Imagem de perfil

De M.J. a 28.07.2015 às 15:23

um erro perfeitamente desculpável.
Imagem de perfil

De Maria Alfacinha a 28.07.2015 às 15:24

É verdade! Mas eu tinha-o avisado antes.
Tenho culpa que não me levem a sério??
Imagem de perfil

De nice a 27.07.2015 às 20:35

Eu só casaria se tivesse tema e seria qualquer coisa muito pirosa tipo star wars, harry potter ou disney. Já viste o blog de casamentos da disney? É um sonho e eu nem gosto de casamentos.
Imagem de perfil

De M.J. a 27.07.2015 às 22:02

eu adoro a disney mas não quero uma festa temática, de aniversário dos doze anos :)
Imagem de perfil

De M.J. a 28.07.2015 às 15:15

olha, afinal não é o que eu imaginava.
Imagem de perfil

De nice a 28.07.2015 às 15:39

Há de tudo. Alguns são um bocado disney demais, outros são um sonho. Os bolos são a melhor parte, dá-me vontade de encomendar um e comê-lo sozinha.
Imagem de perfil

De M.J. a 28.07.2015 às 23:08

eu até o fazia mas depois é que pareço cinco vacas.
Imagem de perfil

De Olívia a 28.07.2015 às 09:25

E espera só para verem como é divertido passar horas em busca dos convidados para lhes entregar o convite em mãos... melhor do que isso só chegar ao dia limite para dar o nº de pessoas na quinta e mais de metade não ter respondido!!! Vai ser divertido, vai!!!

Quanto ao tema, parece-me uma grande invenção moderna... um casamento é um casamento!

:) e o vestido pode ser fenomenal e dar para se respirar e dançar, basta escolher bem! Toda a noiva merece estar "um arraso"!
Imagem de perfil

De M.J. a 28.07.2015 às 15:16

mal posso esperar para essa demanda dos convidados.
Imagem de perfil

De Fatia Mor a 28.07.2015 às 10:29

Olha, faz mas é tudo à tua vontade e não te prendas a convencionalismos!
Imagem de perfil

De M.J. a 28.07.2015 às 15:16

:) parece-me uma boa ideia.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 28.07.2015 às 21:57

Uauauauau! A M.J. vai casar e eu fico muito contente com isso (se bem que casamento já significou muito mais para mim, agora, vive-se junto e chega... mas isto digo eu porque nunca casei).
Mas M.J. tens aqui um post do caraças. Quanto me ri!
M.J., esquece essa merda dos temas que isso é para parolas, novas ricas, dondocas, e tu não és.
Tenho vindo pouco ao teu blog (sabes que adoro ler-te, mas ando cá com uma preguiça de ler posts!) mas vou estar atenta à tua saga "casamento".
Boas férias e um beijinho
Imagem de perfil

De M.J. a 28.07.2015 às 23:06

oh tão querida. obrigado.

Comentar post


Pág. 1/2



foto do autor