Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




das viagens

por M.J., em 26.05.15

imaginemos que é domingo. gosto sempre dos domingos.

imaginemos que é domingo de manhã. também gosto das manhãs.

chove e temos a casa nossa enquanto o mundo dorme. vamos à sala, ainda a despertar de uma noite descansada com um copo de leite, bem quente, queremos sempre o leite quase a ferver em dias de chuva, e sentamo-nos num sofá. abraçamos a manta descuidada, pousada ao acaso. pegamos num livro, abrimo-lo com cuidado, com a quase reverência que depositamos nas páginas repletas de tesouros.

conversamos então com o livro, que é possível. é possível debater com ele. partilhar a chávena de leite quente. rir, entrar nele, viajar nele numa conversa quase de irmãos, de amigos.

 

é possível viajar com a magda.

podemos falar com ela, partilhando sorrisos e ideias, opiniões e discussões. e a companhia do dia entra toda, páginas dentro, numa partilha despretensiosa e de amizade

 

 

além disso, tem umas palavrinhas minhas, desta personagem aqui, logo no inicio. (sim, a M.J. da capa sou eu, reparem como me babo).

só isso já devia ser motivo para o comprarem. (mas não digam à magda que ando a dizer estas coisas.)

 

publicado às 09:06


8 comentários

Imagem de perfil

De Maria Araújo a 26.05.2015 às 13:19

Ainda não vi a capa.
Sabes M.J., penso muitas, muitas vezes naquela miúda que está ali na fotografia do teu perfil.
Imagem de perfil

De M.J. a 26.05.2015 às 15:47

naquela miúda? porquê?
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 26.05.2015 às 17:15


Porque és "tu", imagino a tua rebeldia de criança, aquele ar sorridente de gozo e fazes-me lembrar a Maria rapaz que eu fui, mas soft (a minha mãe dava-me cabo do cortiço se saísse dos eixos).
Imagem de perfil

De M.J. a 26.05.2015 às 20:12

por acaso até era calminha. acho que guardei a "rebeldia" toda para depois de adulta.

dar cabo do cortiço é uma expressão que gosto, confesso. vou adoptá-la!

Comentar post



foto do autor


e agora dá aqui uma olhada