Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




incompreensões

por M.J., em 01.08.16

nesta coisa dos blogs há - como é normal e até compreensível - embirrações, antipatias, falta de vontade de gostar, incompatibilidades e discordâncias.

perfeitamente natural.

a maior parte dos blogs são escritos por pessoas que não ganham absolutamente nada com isso - às vezes nem um cif cremoso - e, como tal, limitam-se a esparramar nas palavras o que lhes apetece, o que lhes vai nos dedos sem pensar grandemente em quem lê. também há quem só escreva a pensar em quem vai ler. é como aquela coisa: há gente que se preocupa pouco com o que os outros vão pensar da sua saia amarela ou gente que só veste o amarelo da saia se souber que a maioria vai gostar.

não é problemático.

nem sequer teria importância se, grande parte de nós, não passasse por aqui algum tempo e procurasse na leitura, na escrita e na interacção, um bocadito de companhia, passatempo e distracção das horas mais longas.

assumamos portanto que as birrices, as antipatias, as picardias, a troca mais ou menos acesa de palavras escritas são naturais e nada de espantar.

este é o primeiro nível facilmente acessível a qualquer compreensão. mesmo de pessoas com problemas de aprendizagem.

agora coloquemos outro cenário: é possível entender aqueles casos em que a picardia é tão grande que impede ao comum dos mortais perceber coisas tão lógicas que até um macaco amestrado consegue?

possivelmente a culpa é minha. sei que não devo muito à inteligência (diz-se que as pessoas nascem bonitas ou inteligentes: no meu caso alguém me roubou "ambas as duas" características) - e entro tantas vezes em contradição que se fosse ganhar um euro por cada uma que digo, escrevo ou pratico estava ali taco a taco com o cristiano ronaldo. mas, ainda assim, há coisas evidentes:

sendo todos nós, na grande maioria, gente que escreve sem ganhar nada em troca, usando das palavras para expressar o que queremos e perdendo tempo nisso poderemos, em consciência, defender o plágio dessas mesmas palavras? desse tempo investido?

 

cum mil raios!

isso é mais ou menos aquela coisa de ser mulher e defender a burka!

ou ser gay e defender o putin!

ou ser judeu e defender o hitler!

ou sei lá: estar com diarreia e defender as ameixas quentes!

ou ser bacalhau vivo e defender o sal!

defender certas coisas apenas porque não gostamos da pessoa que foi delas vítima, mesmo que em potencial nós próprios possamos ser vítimas também, não é só uma contradição gritante: é uma burrice tão grande que nem um cardume de burros (evidente tentativa de provar a minha parca inteligência) consegue igualar!

defender um travesti de ideias apenas porque as ideias roubadas são de alguém que não se gosta é a mesma coisa que bater palminhas ao roubo do vizinho que faz barulho às duas da manhã quando a nossa porta está com problemas na fechadura e arrisca-se a ser a próxima.

não é só contradição. ou burrice.

é mesquinhez!

frustração.

inveja.

e um "foda-se, se ao menos eu também tivesse sido alvo da coisa podia agora ter mais uma qualquer treta para escrever".

 

há pessoas desprezíveis: depois há mil fraldas com cocó, mil sacos vomitados e as ditas em baixo, aos saltinhos por estarem no seu elemento. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

oh vai ver ali:

publicado às 11:00


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Lady Kina a 01.08.2016 às 19:30

Não sabendo ao certo a que/quem te referes, diria que existe diferença entre a defesa do plágio e considerar um tanto risível o grau de indignação demonstrado por alguns bloggers que recentemente descobriram os seus posts, ou parte deles, transcritos para um mural de facebook... Até posso achar ridículo que alguém empreenda em ruidosa gritaria por ter sido picado por uma melga, o que não quer dizer que defenda picadas de melga nem que tenho espasmos de prazer quando sou a visada.
Imagem de perfil

De M.J. a 01.08.2016 às 19:40

Evidentemente. Nem seria de supor outra coisa.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



foto do autor