Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




peço desculpa mas...

por M.J., em 12.01.17

de há uns tempos para cá, talvez por coincidência, talvez por coisas da vida, tenho ouvido mais gente do que o normal a pedir-me desculpa e, logo a seguir, a acrescentar um mas.

como:

* tem razão senhor doutor, estou gordo e comi duas bolas de berlim mas foi só hoje.

* é verdade senhor polícia. deixei o carro no estacionamento para deficientes mas não estava lá ninguém.

* tens razão meu amor. não levei o lixo para baixo mas foi só a semana toda. 

* sim, sim, mãe, tirei negativa a português mas foi só este ano. 

 

esta necessidade de defesa quando se assume algo, numa espécie de arranjar um escudo para o ataque não ser maior, irrita-me sobremaneira.

irrita-me sobretudo nas situações em que se pede desculpa.

porque das duas uma: ou se diz "desculpa" consciente do erro, da situação, da incapacidade, sentindo necessidade de o assumir e tentando não o repetir, ou se xuta um desculpa para calar o outro, para que não chateie, a ver se passa. e aí assume-se o mas.

o tens razão mas.

o é verdade mas.

o entendo mas.

e se pões um mas à frente não dás razão nenhuma, não entendes nada, não estás minimamente a concordar. 

 

pedir desculpa - juntando-lhe com uma sacudidela de cabelo - o mas é não pedir desculpa de todo.

é fazer passar o outro por parvo.

é caminhar por entre os pingos de chuva, com ar de esperteza, a ver se passa.

 

há casos em que ou é carne ou é peixe.

carne mas peixe não é nada. 

 

F I.png

vem ter comigo ao facebook - aqui,  e instagram - aqui

publicado às 10:00


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Silent Man a 12.01.2017 às 16:21

Chegou o gajo que vai levantar isto tudo e pôr de pantanas. Porquê? Porque eu não concordo a 100% contigo.

Primeiro e antes de mais, um esclarecimento. Percebo o que estás a escrever, o alcance das tuas palavras. As situações em que faz sentido o que estás a dizer.

Mas este post, escrito como está, é redutor. LAMENTO ter que te corrigir ou, pelo menos, dar a minha opinião (e lamento mesmo). MAS, há alturas em que simplesmente lamentamos ter uma opinião diferente da outra pessoa e não, não queremos dar razão ou dizer tá bem para que me deixes em paz, queremos precisamente o contrário MAS, como respeitamos a pessoa que interlocutamos (pode-se dizer assim não se pode?), pedimos desculpa por estarmos a discordar da pessoa em questão.
Imagem de perfil

De M.J. a 12.01.2017 às 16:32

possivelmente o post é redutor. no entanto, lido com a atenção devida ( ;) ) percebe-se que em causa não está um "desculpa mas não concordo com a tua opinião acerca da cor dos flamingos" mas sim "desculpa ter-te mandado com um jarro nas trombas mas foi só hoje".
é o mas que tenta desculpar a próprio desculpa ;)

(e eu sei que percebeste. lamento que lamentes :D )
Sem imagem de perfil

De Silent Man a 12.01.2017 às 16:40

Novamente, vou ter que lamentar MAS... não te explicaste como deve de ser.

Citando-te: "de há uns tempos para cá, talvez por coincidência, talvez por coisas da vida, tenho ouvido mais gente do que o normal a pedir-me desculpa e, logo a seguir, a acrescentar um mas." <- Tens levado com jarras nas trombas com frequência? Isso é coisa para doer pá!

Tal como tu muito bem escreveste, sabes que eu te percebi. E eu também sei que tu percebeste o meu primeiro comentário. Eu é que não resisti em chegar e botar fogo!

Imagem de perfil

De M.J. a 12.01.2017 às 16:41

percebemo-nos ambos, bem sei ;)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



foto do autor



e agora dá aqui uma olhada