Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




pelo amor dos vossos pintelhos

por M.J., em 12.08.16

tenham juízo.

preview-635460-650x341-98-1470903689.jpg

 

a quantidade de gente que partilha esta imagem é inquantificável.

o objetivo? demonstrar que um jogo comanda as vidas, alienando-as da realidade!

onde é que as pessoas partilham a imagem?

NO FACEBOOK, NOS BLOGS, NO TWITTER, NO INSTAGRAM!

NAS REDES SOCIAIS!

estão-me a dizer que as redes sociais alienam menos do que um mero jogo?

querem dizer, ao partilhar a imagem como quem partilha peidos, numa epifânia de eureka, que tem lógica chamar a atenção da alienação em sítios que são o expoente máximo dessa mesma alienação?

 

não deve ser isso.

eu é que, claramente, com a parca capacidade cognitiva de que fui dotada, vejo tudo ao contrário!

 

GENTE, QUAL É O MAL DAS PESSOAS SE DISTRAIREM COM UM JOGO? É PIOR DO QUE AS PESSOAS SE DISTRAIREM A LER O CORREIO DA MANHÃ? OU A LER A TV7 DIAS? OU O RECORD? OU A FAZER CROCHÉ? OU A DISSECAR AS LÁGRIMAS DO RONALDO?

QUAL É O PROBLEMA EM CONCRETO DE UM JOGO QUE LEVA AS PESSOAS A VIR PARA A RUA APANHAR GAMBUZINOS?

 

oh vai ver ali:

publicado às 15:56


2 comentários

Imagem de perfil

De Psicogata a 12.08.2016 às 17:14

Concordo e gostei do teu texto.

Mas mesmo as redes sociais sendo um problema na vida de muita gente, as pessoas invadem murais, não invadem propriedades privadas, nem batem às 4h da manhã numa casa a pedir para apanhar Pokemons.
Tudo bem que também descobrem cadáveres, mas abandonam crianças e a facilidade com que perdem a noção do tempo e do espaço é incrível, cair de um prédio para apanhar um Pokemon é ridículo.

As pessoas publicam porque é um tema da moda e porque tem havido avalanches de notícias de tragédias causadas pelo jogo, a grande tragédia apontada ao Facebook são os divórcios de casamentos que já não o eram realmente.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 16.08.2016 às 09:08

Mas, como contrapartida às más noticias acerca do pokemon go, tens tambem as boas noticias. Os cães dum canil que são levados a passear pelos jogadores, autistas a conviverem com outras pessoas e a sairem da sua rotina, pessoas com depressão que não saiam de casa há cinco ou seis anos e que saiem para conviver. Eu que raramente andava a pé e já fiz 25 km nos últimos 15 dias. Pais e filhos que saiem juntos quando raramente o faziam. Miudos que passavam os dias em casa agarrados a um computador a sairem de casa e a passearem. Pontos turisticos que passavam despercebidos e que agora várias pessoas lá passam. O problema maior é a enfase às más noticias que é o mais comum hoje em dia.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



foto do autor



e agora dá aqui uma olhada