Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




se amanhã fosse o último dia

por M.J., em 06.03.17

e depois não houvesse mais, nem ser nem pensar nem ver nem sentir...

...tirando o óbvio cliché de "não ver crescer os meus filhos/não voltar a sentir quem amo" do que sentiriam falta da vida que levam?

 

em tudo o que são e pensam e vêem e sentem nos dias...

... o que lamentariam por perder?

que momentinho vos daria a amargura - mais do que todos - por não viverem mais?

 

 

sempre que chego à conclusão que não sei é que percebo quão estupidificante é a minha vida.

e no quão pequenita e banalzita me tornei

publicado às 13:00


34 comentários

Sem imagem de perfil

De Rc a 07.03.2017 às 12:28

Raise parta o telemóvel que não me deixa responder ao teu comentário ao meu comentário!
Mas isso de que falas não é sentir falta, são as coisas que se gostariam de continuar a fazer.
Se calhar sou eu que sou um caso para estudo psiquiátrico, já que lido muito bem com a saudade e acho que tenho uma vida como nunca sonhei, mas em muito bom. Já há uns anos que vivo o dia a dia sem grandes ambições para o dia seguinte. Tirando ase viagens previstas para este ano e para o 2 próximos. Morrer sem ver mais, sem conhecer mais formas de viver não teria muita graça :)
Imagem de perfil

De Genny a 07.03.2017 às 17:13

Iria lamentar chegar ao outro lado e reparar que não havia bom tinto e ter deixado cá tanto
Imagem de perfil

De M.J. a 08.03.2017 às 11:22

boa resposta.
isso concordo contigo.

e bem que sinto falta de um bom tinto, já.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.03.2017 às 19:11

Sinto falta daqueles momentos de sábado à tarde dos anos 2000 em que se via filmes ranhosos e mal feitos (mas ninguem se queixava da qualidade do filme ou afincadamente avaliava com palavrinhas, notinhas e escalas para justificar que tem bom gosto, gerando guerras no ambiente que lhe rodeia) e dessa sensação tranquila . Presentemente sinto falta do futuro e das pessoas que tanto gostaria de prezar uma conversa e dos lugares que quero visitar. Patologicamente, agora sinto falta de ser eu e invarialmente da perfeição que queria atingir onde planos, sonhos, pessoas e aquela vida igualzinha àquela personagem daquele filme que comove histéricas se tornassem reais
Imagem de perfil

De M.J. a 08.03.2017 às 11:22

algum filme em especifico ou uyma conjugação deles todos?
Imagem de perfil

De O Triângulo Perfeito a 08.03.2017 às 00:20

Assim, de chofre, e logo depois de ler a tua pergunta, uma das coisas que teria pena de perder era... o meu cafezinho da manhã.
Imagem de perfil

De M.J. a 08.03.2017 às 11:23

eu dos meu chocolatinho roubado :)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 09.03.2017 às 15:47


Penso todos os dias na morte, e há já muitos anos.
Não receio a morte, receio o sofrimento, e o transtorno que posso dar a quem está perto.
Doenças à parte, gosto de viver os pequenos prazeres da vida com as pessoas que gosto.
Mas neste momento, o que sentiria falta, era mesmo de realizar um sonho: conhecer Portugal. Não as grandes cidades. Mas o interior. As aldeias, as vilas, a natureza.
O que lamentaria por perder?
Não sei.
Estou de bem com a vida.


Comentar post


Pág. 2/2



foto do autor


e agora dá aqui uma olhada