Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




se amanhã fosse o último dia

por M.J., em 06.03.17

e depois não houvesse mais, nem ser nem pensar nem ver nem sentir...

...tirando o óbvio cliché de "não ver crescer os meus filhos/não voltar a sentir quem amo" do que sentiriam falta da vida que levam?

 

em tudo o que são e pensam e vêem e sentem nos dias...

... o que lamentariam por perder?

que momentinho vos daria a amargura - mais do que todos - por não viverem mais?

 

 

sempre que chego à conclusão que não sei é que percebo quão estupidificante é a minha vida.

e no quão pequenita e banalzita me tornei

publicado às 13:00


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.03.2017 às 15:21

Não me parece uma pessoa pequena e muito menos banal mas só a conheço através do blog. De qualquer forma, penso cada vez com mais intensidade que a normalidade é uma qualidade e é muito subvalorizada. Ser normal é bom! A sua vida será seguramente menos estupidificante do que tantas outras e o que leio revela profundidade e um bom caráter. Banal? Não me parece... :)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



foto do autor


e agora dá aqui uma olhada